um diário dos dias inúteis
22
Fev 12
publicado por desempregado freelancer, às 01:22link do post | comentar | |

Hoje entrei directamente, não existe ninguém na fila. Saí apressadamente e pequei no papelinho da marcação. Frente à senhora que nos atende, reparei que tinha deixado a carteira em casa. Desculpei-me.

- Veja lá... deixei a carteira em casa e não tenho o bilhete de identidade comigo, disse um tanto ou quanto envergonhado. A senhora sorriu.

- Não se preocupe! Você já é conhecido, não é? E deu-me o novo papelinho para a mão, desejando-me boa sorte.

Sinceramente, não acho esta conversa um bom sinal. Antes pelo contrário.


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
arquivos
2012